BioHacking? - O Guia que vai responder suas perguntas (garantido!)

Anderson Menger


Hackers são conhecidos por conseguir alterar programas e  
sistemas para conseguir maiores resultados.


Os biohackers são pessoas que descobriram o poder 
de hackear seu corpo e mente.


Neste artigo você verá:


  • O que é Biohacking e sua origem
  • As principais áreas de atuação
  • Como este estilo de vida pode mudar você por completo 
    (+7 dicas para você praticar o Biohacking hoje!)



O que é Biohacking e sua origem


Biohacking é um nome insano para algo que não é 
nada louco - o anseio de ser a melhor versão absoluta de 
nós mesmos.


Biohacking é ação de usar recursos tecnológicos, biológicos e
 medicinais para hackear a sua própria biologia e se tornar 
uma versão melhor de si mesmo.


Uma definição mais técnica é:


  • Biohacking: (verbo, substantivo)
    • (v): Mudar o ambiente fora e dentro de você 
      para que tenha controle total de sua biologia,
       permitindo melhorar seu corpo, mente e a sua vida.
    • (n) A arte e ciência de se tornar super-humano.

O biohacking consiste em coisas simples, como hackear a sua
 própria alimentação para ter mais energia durante o dia, até 
coisas radicais como introduzir chips em seu corpo.


De qualquer maneira, o objetivo é sempre o mesmo:


  • Procurar alguma forma de hackear a própria biologia para
     aumentar a capacidade natural de seu corpo e,
  • Fazer com que você se transforme um ser humano superior.


A Origem do Biohacking



O termo "biohacking", e o conceito da biologia do tipo
 "faça você mesmo", já é conhecido em 1988.

O Biohacking começou entrar para as comunidades de
 programadores e empreendedores das famosas e não tão
famosas startups de San Francisco em 2005..


Como os experimentos de DIYbio se tornou o foco dos
 hackers do SuperHappyDevHouse, o hobby ganhou impulso
 adicional.


Em 2005 Rob Carlson publicou em um artigo na Wired : 

"A era da biologia da garagem está chegando.
Quer participar? Reserve um instante para comprar um 
laboratório no eBay ." 

Ele então construiu um laboratório 
de garagem no mesmo ano, trabalhando em um projeto
que ele já tinha desenvolvido no Instituto de Ciências
Molecular, em Berkeley, Califórnia.
Em 2008, a organização DIYbio foi fundada por Jason Bobe e
 Mackenzie Cowell e sua primeira reunião foi realizada.


Em 2010, o Genspace inaugurou  o primeiro laboratório de
 biologia comunitária, dez meses depois foi seguido por
 BioCurious, e Victoria Makerspace.


Muitos outros laboratórios e organizações seguiram, incluindo, 
mas não se limitando a, Counter Culture Labs em Oakland, CA,
 e tantos outros famosos.


Em 2016, a primeira conferência a destacar especificamente
em biohacking foi anunciada para acontecer em setembro em
Oakland, CA.


Áreas de atuação do Biohacking



SEM LIMITES!


Sim, é o nome de um filme, que inclusive trata sobre
 biohacking; o biohacking tem se revelado algo sem limites de
 atuação, para levar o ser humano a superar seus próprios
 limites.


A cada dia tem saído mais pesquisas e técnicas que são
 adotadas pelos biohackers. Confira alguns exemplos abaixo
 que já existem técnicas comprovada:


  • Função cognitiva melhorada
  • Energia aumentada
  • Produtividade aumentada
  • Humor melhorado
  • Melhor qualidade de sono
  • Hormônios balanceados
  • Menos desejos por comida
  • Inflamação diminuída
  • Distração cerebral diminuída
  • Longevidade


E isso é apenas o começo.


O verdadeiro benefício do biohacking é algo que só você
 poderá descobrir, no seu próprio tempo e do seu próprio jeito.
 Os benefícios são diferentes para todos que tentam.

Como este estilo de vida pode mudar você por completo



Estamos cercados por pessoas que já utilizam de forma
 bastante conhecidas o biohacking:


  • Marca-passos regulando os batimentos do coração,
  • Mulheres com chips no braço liberando anticoncepcionais,
  • Pessoas com deficiência auditivas com dispositivos que os
     possibilitam escutar etc.


Mesmo que você não tenha nenhuma necessidade especial,
 pode usufruir o biohacking por conta própria e sem precisar
 introduzir coisa alguma no corpo apenas para melhorar a sua
 performance.


As duas principais coisas que você pode hackear são
  1. Sua alimentação
  2. Seu sono.




Biohacking Dieta: transformando o seu corpo por meio dos
hacks


A alimentação atual é um perfeito desastre.


Alimentos industrializados, repletos de açúcar, conservantes
químicos e outras substâncias que acabam com nossa saúde
 e diminuem a nossa performance.


Hoje qualquer pessoa pode, até mesmo no Brasil, com um
 simples exame de sangue, analisar o próprio DNA contra mais
 de 220 alimentos para saber quais deles são mais bem
tolerados pelo organismo.


Hackear a sua dieta significa optar cuidadosamente e consumir
 adequadamente os alimentos que irão melhorar  
exponencialmente a sua saúde, o seu foco, a sua 
produtividade.


Conforme o Dr. Tom O’Bryan, nosso cérebro e nosso sistema 
digestivo estão intimamente interconectados.


O mais eficiente hack para melhorar sua saúde, ter mais
 energia e manter-se com menor taxa de gordura no corpo é
 trocar a fonte primária do seu corpo de carboidratos para 
gorduras.


Isso significa que pelo menos 50% a 70% das suas calorias
 devem ser ingeridas em forma de gordura, 20% em proteínas
 e apenas 10% a 30% em carboidratos.


Ainda assim, tais carboidratos devem vir de hortaliças e 
algumas poucas frutas.


Além de comer bem, diferente fator essencial para a sua
performance é o descanso.


A abordagem do biohacking para ter uma melhor noite de sono
inclui:
  • Exposição a tipos de luzes específicas antes de dormir,
  • Uso de aplicativos para mudar a radiação do computador
    e do celular,
  • Suplementos de magnésio,
  • Filtros contra emissões eletromagnéticas.


Pela abordagem biohacker, a eficiência do sono é muito mais
importante do que a quantidade. Alguns defendem até que
dormir 8 horas seria um excesso.


7 dicas para você praticar o Biohacking hoje!


1. Dieta da eliminação


Uma dieta de eliminação parece assustadora, mas é apenas
 um plano alimentar de curto período para descobrir se os
 alimentos que você está comendo exercem um papel em
 quaisquer problemas que você esteja enfrentando.


Veja como funciona: durante 3 a 4 semanas, você removerá
alimentos que são conhecidos como alérgenos, concedendo
tempo da inflamação reduzir.
Glúten, soja, leite, amendoim e milho são todos os alimentos
para cortar durante este tempo.


Uma dieta de eliminação é um dos melhores biohacks que
você pode realizar por si mesmo.


Algumas pessoas não entendem como elas podem melhorar
até remover alguns dos piores criminosos alimentares de sua
dieta.


Então, lentamente, você irá voltar a se alimentar dos alimentos
proibidos, prestando atenção em como se sente e em como o
seu corpo corresponde fisicamente.


Se você suspeitar que um alimento que você adicionou à sua
dieta é irritante, remova-o outra vez e veja se os sintomas
somem.


O objetivo é identificar se você é menos tolerante a alguns
alimentos do que outros e tomar decisões informadas sobre o
que está comendo.


Por exemplo, se acontecer de você não responder bem ao leite
de vaca, talvez queira utilizar leite de coco em seu café ou
provar queijo de cabra como parte de uma dieta sem laticínios.


Quer gastar um pouco de dinheiro para descobrir exatamente
o que você está reagindo mal?


Muitos naturopatas, médicos e até mesmo alguns centros de
fitness de biohacking oferecem uma opção para fazer um
exame de sangue ou urina para identificar alérgenos
alimentares ou sensibilidades.


2. Elimine o açúcar


Quem disse que isso seria fácil?


Mas é uma das melhores coisas que você pode fazer para
sua saúde geral. Pode ser um biohack muito difícil, mas um
dos mais recompensadores.


Agora, não é preciso dizer que você tenha que eliminar os
açúcares naturais, como os encontrados em frutas e laticínios,
da sua dieta. Mas açúcares acrescentados são aqueles que
você tem que realmente se preocupar.


Você achará esse tipo de açúcar em produtos como:
  • Refrigerantes,
  • Alimentos industrializados,
  • Doces.


O que torna o açúcar tão ruim para o seu corpo?


  • Aumenta o possibilidade de diabetes tipo 2,
  • leva a alterações de humor,
  • eleva a inflamação no corpo
  • diminui a energia – e essa é a lista abreviada!


Como diminuir seu hábito de açúcar?


Saiba  medir o açúcar, procure-o em todas as suas formas nos
rótulos (dica: qualquer coisa que termine em “ose” e adoçantes
naturais como mel, melaço e suco de frutas ainda contam) e
limite os alimentos industrializados


3. Altere a maneira que você está se alimentando


Você sabia que simplesmente mudando quando você está
comendo, você pode biohack seu corpo?


O jejum intermitente está adquirindo notoriedade como método
de perda de peso e normalização da sensibilidade à insulina, o
que pode auxiliar a evitar doenças crônicas como o diabetes.


Ele também controla os níveis de grelina, muito normalmente
conhecido como hormônio da fome, que diz ao seu cérebro
quando você está com fome, e leptina, que aponta para o
cérebro que você está cheio e deve parar de comer.


O legal do jejum é que há mais de uma maneira de fazer isso:


  • Jejum em dias alternados, onde, em dias de jejum, você
    limita suas calorias a 25% de sua ingestão normal e, em
    seguida, consome sua quantidade habitual de calorias em
    dias sem jejum.


  • Alimentação restrita no tempo, onde você só come durante
    uma certa janela durante o dia.


  • E uma abordagem mais espiritual, o jejum de Daniel. Então
    o Jejum de Daniel além de ser por um tempo fixo, ele tem
    uma alimentação baseada em frutas e legumes.

Embora o jejum intermitente possa levar algum tempo para se
acostumar, dependendo de seus objetivos de saúde, pode ser
uma boa opção de biohacking.


4. Coma gordura


Procurando por uma dieta em que comer muita gordura não
seja apenas incentivada, mas necessária?


A dieta cetogênica pode ser para você!


Embora a dieta cetônica seja bem popular, não é uma dieta de
moda passageira.


Na dieta cetogênica, você está tentando levar seu corpo à
cetose, um estado metabólico o corpo usa principalmente
cetonas, não carboidratos, como energia.


Isso acontece quando a gordura, e não a glicose (carboidratos),
fornece a maior parte das calorias do corpo.


Também pode ser induzido por jejum de vários dias, mas isso
não é uma opção de longo prazo para a maioria das pessoas.


Na dieta cetogênica, você restringe seriamente carboidratos
e açúcar, e em vez disso, comerá alimentos cetogênicos.


Exemplos de alimentos cetogênicos:
  • gorduras saudáveis ​​(óleo de coco, ghee, nozes, etc.),
  • vegetais sem amido (adeus, batatas)
  • alimentos que são ricos em proteínas, como carne bovina
    alimentada com capim, ovos e pescados.


A dieta keto é muito eficaz em promover a perda de peso,
especialmente se você estiver muito acima do peso. Ela pode
reduzir os marcadores de doenças cardíacas, como colesterol 
alto, e até mesmo combater doenças cerebrais.


Se você já está comendo relativamente bem, mas quer se
desafiar ainda mais, biohackear sua dieta pode ser o que você
precisa.


5. Meditação


Como alimentamos nossas mentes é tão importante quanto o
que alimentamos nossos corpos.


Os benefícios da meditação são enormes:


  • reduzir a dor,
  • aumentar a qualidade do sono,
  • diminuir a inflamação,
  • aumentar a produtividade.


Se você está sofrendo de estresse ou ansiedade, a meditação
também pode ser uma maneira realmente eficaz de lidar
naturalmente com os sintomas.


Estabelecer uma prática diária de meditação é uma das
melhores coisas que você pode fazer pela sua saúde mental
e física.


Se você tem receio de não conseguir impedir que o seu cérebro
vibre por tempo suficiente para meditar, não se preocupe.


Meditação guiada pode ajudá-lo a adquirir o hábito.


Existem também dezenas de aplicativos para smartphones que
você pode usar; alguns alertam você no mesmo horário todos
os dias ou têm meditações específicas para diferentes
propósitos, como começar o dia com a cabeça limpa ou 
ajudá-lo a relaxar.




6. Pés descalços


Quantas vezes você anda descalço na grama ou sente a areia
entre os dedos dos pés?


Se a resposta for “poucas”, sugiro que você introduza o
aterramento como seu próximo biohack.


Pisar descalço no chão pode melhorar o seu sono, reduzir a
inflamação e incentivá-lo a desfrutar mais da natureza e obter
 sua dose de vitamina D.


7. Fique de pé


A maioria de nós passa nossos dias indo de sentar em nossos
 carros para sentar em uma mesa para sentar no carro um
 pouco mais.


Ficar sentado está prejudicando a nossa saúde, e pode até ser
tão perigoso quanto fumar.


Mas há uma solução fácil para isso:


  • Ficar de pé. Você não precisa investir em uma mesa alta
    (embora sejam úteis!).
  • Podemos também alterar esse hábito simplesmente
    levantando e conversando com colegas em vez de enviar
    um email; usar as escadas em vez do elevador.
  • Ficar em pé e andar de um lado para o outro durante
    longos telefonemas.
  • Definir um lembrete no celular para cada 60 a 90 minutos
    para dar uma volta rápida no escritório.

0 Comments:

Postar um comentário